Band aposta em séries na programação de verão

A partir de 1º de janeiro, a emissora exibe Glee, Sleepy Hollow, Salem, American Horror Story e The Walking Dead

A partir de 1º de janeiro, durante as férias dos programas de linha da emissora, a Band apresenta cinco séries americanas de grande sucesso.

A programação começa com musical "Glee", que será exibido de segunda a sexta-feira, às 21h20, com estreia marcada para esta quinta. Já às segundas-feiras, a partir das 22h45, os telespectadores poderão acompanhar o aclamado seriado "The Walking Dead", que volta em sua quarta temporada com dois episódios por noite.

"Salem" irá ao ar às terças, sempre às 23h30, enquanto "Uma História de Horror Americana" ocupará a faixa das 23h50 das quartas-feiras. Já "A Lenda de Sleepy Hollow" será exibida de sexta-feira, às 22h30, em episódios duplos.

Conheça mais sobre as séries que serão atração na tela da Band no próximo mês:

Glee - segunda a sexta, 21h20
O coral da McKinley High School costumava estar no topo do mundo dos corais, mas uma série de escândalos o transformaram em um abrigo de estudantes desajeitados e rejeitados pelos "populares". Will Schuester (Matthew Morrison), um professor otimista, se ofereceu para tomar a liderança do coral e restaurar sua glória e para isso, conta com a ajuda da professora Emma Pillsbury (Jayma Mays). É uma tarefa difícil, pois o coro conta com Kurt (Chris Colfer), uma soprano nerd e dramática, Mercedes (Amber Riley), uma diva que se recusa a ser segunda voz, Artie (Kevin McHale), um guitarrista que passa mais tempo fugindo dos colegas do que pensando em garotas, e Tina (Jenna Ushkowitz), uma garota estranha que precisa aprender a controlar sua timidez. A única esperança de Will são Rachel Berry (Lea Michele), uma garota perfeccionista que está convencida que o coral é sua passagem para o sucesso, e Finn Hudson (Cory Montheit), o jogador de futebol americano popular que, além de ser lindo, tem uma voz de veludo. O único problema é que Finn deve proteger sua reputação e manter o namoro com Quinn (Dianna Agron), a garota mais popular da escola, e seu arrogante colega de time, Puck (Mark Salling). Motivado por um segredo em seu passado, Will está determinado a fazer o que for preciso para ajudar o coral, mesmo que todos pensem que ele está maluco. Ele vai provar que todos estão errados, desde sua esposa Terri até a capitã do time de líderes de torcida, Sue Sylvester (Jane Lynch).

The Walking Dead – segundas, 22h45
Uma das séries americanas de maior sucesso nos últimos anos, “The Walking Dead” volta à tela da Band em sua quarta temporada. A história, baseada na obra de Robert Kirkman e Tony Moore, é centrada na vida de Rick Grimes (Andrew Lincoln), um oficial de polícia da pequena cidade de Cynthiana, no estado do Kentucky, e na trajetória de sua família, que se une a outros sobreviventes para manterem-se vivos depois que o mundo foi infestado por zumbis. Na quarta temporada, o grupo de Rick na prisão cresce e eles conseguem sobreviver criando porcos e plantando seus próprios alimentos. Mas a calmaria é abalada quando uma gripe infecta alguns e eles começam a morrer. Além de tentar manter a doença sob controle, eles acabam descobrindo uma nova comunidade que parece segura.

Salem – terças, 23h30
Situada no século 17, em Massachusetts, EUA, "Salem" explora os julgamentos das famosas bruxas da cidade, na tentativa de descobrir a verdade obscura, sobrenatural e camuflada por trás de um período infame da história americana. Em Salem, as bruxas são reais, mas elas não são quem ou o que parecem ser. A série, que gira em torno de um romance épico, mostra o outro lado de Salem - e uma visão ainda mais ousada das bruxas. Mary Sibley (Janet Montgomery) preside a cidade de Salem como a feiticeira mais poderosa e é esposa de George Sibley, o chefe idoso, doente, e muito rico do Selectmen de Salem. Com muitos segredos a esconder, ela conta com a ajuda de seu cúmplice misterioso e sem idade, Tituba (Ashley Madekwe). Sua vida é virada de cabeça para baixo quando sua paixão antiga, John Alden (Shane West), retorna após anos na guerra para a comunidade na histeria da caça às bruxas. Sangue frio e endurecido pela guerra, ele atua como a voz da razão em um vilarejo atormentado por medos e fenômenos inexplicáveis. Com toda a anti-bruxas, Mary e Alden são empurrados para um mundo onde o horror, a histeria e o sobrenatural reinam.

Uma História de Horror Americana – quartas, 23h50
A segunda temporada, intitulada como “Uma História de Horror Americana: Asylum”, tem como tema a sanidade. A história se passa em 1964 e acompanha os pacientes, médicos e freiras que ocupam a Instituição Mental Briarcliff, fundada para tratar e abrigar os criminosos insanos. Os administradores que dirigem a instituição incluem a severa Irmã Jude (Jessica Lange), a segundo em comando Irmã Mary Eunice (Lily Rabe) e o fundador do lugar, Dom Timothy Howard (Joseph Fiennes). Os médicos encarregados de tratar os pacientes no manicômio incluem o psiquiatra Dr. Oliver Thredson (Zachary Quinto) e o sádico cientista Dr. Arthur Arden (James Cromwell). Os pacientes, muitos dos quais afirmam ser injustamente institucionalizados, incluem a jornalista lésbica Lana Winters (Sarah Paulson), o acusado de assassino em série Kit Walker (Evan Peters), e a suposta assassina Grace (Lizzie Brocheré). Há também elementos espirituais e científicos que manipulam os habitantes do Briarcliff, incluindo possessão demoníaca e extraterrestre.

A Lenda de Sleepy Hollow - sextas, 22h30
Ichabod Crane (Tom Mison) é ressuscitado e viaja dois séculos e meio através do tempo para desvendar um mistério. Revivido também ao lado de Ichabod, está o famoso Cavaleiro Sem Cabeça, que sai em fúria assassina na cidade de Sleepy Hollow do século XXI. Ichabod rapidamente percebe que impedi-lo é apenas o começo, já que o ressuscitado é somente o primeiro dos quatro Cavaleiros do Apocalipse e um dos muitos inimigos que Ichabod deve enfrentar para proteger não só a cidade, mas o mundo. Junto com a tenente Abbie Mills (Nicole Beharie), uma jovem policial que tem suas próprias experiências sobrenaturais, os dois embarcam em uma missão para deter o mal que despertou junto com Ichabod e que agora está se infiltrando na cidade. Com casos desconhecidos da história americana e envolta em mitologia, a série mistura presente e passado.

Compartilhar

Deixe seu comentário