‘Fui criado para ser um homem machista’, afirma José Loreto a revista

Para o ator, sexo é assunto para ser falado nas escolas, dando voz aos gêneros e à diversidade

José Loreto, que atualmente está em cena na novela das nove na Globo, diz que participar do elenco de Amor & Sexo o fez repensar sobre os assuntos discutidos no programa. Para ele, sexo é assunto para ser falado nas escolas.

"Percebi que fui criado para ser um homem machista e que era preciso desapegar de coisas que na adolescência eram lei. Precisamos de igualdade, dar voz aos gêneros, diversidade", disse em entrevista à revista GQ em edição que chega às bancas de São Paulo nesta sexta-feira, 1º.

Pai de Bella, filha que teve com a atriz Débora Nascimento, Loreto já interpretou diversos personagens na dramaturgia, seja no cinema ou na televisão.

O ator caiu no gosto do público ao fazer o personagem Darkson na novela Avenida Brasil (2012). Foi nesse trabalho que ele conheceu Débora. "Foi um encontro de almas, paixão avassaladora que se transformou em amor e em família", afirmou.

Na entrevista, o ator também fala sobre como lida com a diabete, síndrome diagnosticada quando ele tinha 14 anos. "Fui fazer uma visita a crianças diabéticas em um hospital e me dei conta de quão pouca informação e falta de acesso as pessoas têm".

Compartilhar