Sylvester Stallone cogitou boicotar o Oscar

A ideia do ator surgiu após a cerimônia ser acusada de racismo por não dar representatividade aos artistas negros

Sylvester Stallone chegou a cogitar boicotar o Oscar 2016, a maior premiação cinematográfica do mundo, após as polêmicas de pouca representatividade negra na cerimônia.

Stallone foi indicado ao título de Melhor Ator Coadjuvante e pensou na possibilidade de não comparecer ao evento em consideração aos colegas de elenco em Creed: Nascido Para Lutar.

Segundo o artista, o diretor Ryan Coogler e o ator Michael B. Jordan, ambos negros, foram fundamentais para seu bom desempenho na obra.

"Me lembro de conversar com Ryan sobre a polêmica do #OscarsSoWhite (em português: Oscar Tão Branco)" , disse em entrevista à US Magazine.

"Eu realmente acredito que você é o responsável por eu estar aqui. Se você quiser que eu vá, eu vou. Se você não quiser, não vou", disse o intérprete de Rocky Balboa aos colegas.

"Ele [Coogler] disse: 'Não, eu quero que você vá'. E é esse o tipo de cara que ele é. Ele quer que a gente represente o filme", contou.

Nas últimas semanas, diversos artistas negros anunciaram um boicote à premiação, com destaque para o cineasta Spike Lee, a atriz Jada Pinkett Smith e seu marido, o ator Will Smith.

Em quase 90 anos de história, apenas 30 estatuetas foram entregues para afrodescendentes. Em 2016, somente os músicos The Weeknd e Jason "DaHeala" Quenneville têm chances de repetir o feito, na categoria de Melhor Canção Original, com a faixa Earned It, de Cinquenta Tons de Cinza.

Você viu?

Hugh Jackman remove quinto tumor em dois anos

Spotlight e A Grande Aposta levam prêmios antes do Oscar

Beyoncé é criticada por políticos e conservadores

Kim Kardashian desabafa sobre ser mãe de dois

Assista: Sila - Prisioneira do Amor é a nova novela da Band:

Compartilhar