quinta-feira, 7 de março de 2019 - 08h15 / Atualizado em domingo, 10 de março de 2019 - 14h14

“Sair na rua é muito desafiador”, diz candidata de MG sobre assédio contra mulheres

Júlia Horta tem 24 anos, é formada em Jornalismo e está na briga pela coroa de Miss Brasil 2019

Júlia Horta está representando o estado de Minas Gerais no concurso Foto: Rodrigo Trevisan

| entretenimento@band.com.br

O estado de Minas Gerais está sendo representado por Júlia Horta no Miss Brasil Be emotion 2019. Formada em Jornalismo, a candidata de 24 anos decidiu se aventurar nesse universo depois de participar de cinco concursos de beleza, dois deles internacionais, e ficar no top 5 de todos. “Antes dessas participações - iniciadas em 2014 - eu acreditava que esse sonho era distante. Desde pequena eu assistia ao Miss Brasil, achava aquelas mulheres incríveis, e ficava pensando: ‘Meu Deus, eu gostaria muito que fosse eu”.

Com quase 79 mil seguidores no Instagram, ela assume o status de digital influencer e usa o espaço também como protesto. “Sofro assédio praticamente todos os dias. Sair na rua é muito desafiador para a grande maioria das mulheres. É sempre constrangedor e intimidador não ter a liberdade de ir e vir, de usar uma saia mais curta ou um decote, sem ser obrigada a ouvir tantas ‘besteiras’. Por este motivo, utilizo as redes sociais para que as pessoas entendam que isso tem que deixar de ser considerado normal e para encorajar outras mulheres a se posicionarem e não aceitarem a falta de respeito”.

A mineira também condena as críticas e comparações em relação às 27 candidatas. “Não acho saudável e não acho que faça muito sentido. Cada uma tem sua beleza, sua história e seu merecimento para estar no Miss Brasil. E para que uma brilhe e chame a atenção, a outra não precisa ser apagada. Eu realmente acho que comparações só tiram o foco do que realmente importa: estar preparada para ser minha melhor versão e não melhor do que a outra pessoa”.

Júlia, que apresenta um programa de temporada em uma TV local de Juiz de Fora e um programa de rádio, contou que só dorme de 4h a 5h por dia. “Para muitos isso é considerado uma grande loucura, mas é o que eu me disponho a fazer para dar conta de tudo e confesso que às vezes nem sinto, de tanto que amo o que eu faço”.

Segundo a candidata, sua maior superação foi ter conseguido controlar a ansiedade desde que iniciou um processo de autoconhecimento. “Era algo que me fazia muito mal e me atrapalhava nos momentos mais importantes da minha vida, me sabotava. Depois que conheci a meditação, tudo melhorou 98%. O poder de estar presente no agora é algo fantástico. Hoje sou mais calma, segura, criativa, positiva, ou seja, uma outra mulher”, garantiu.

A grande final do Miss Brasil Be emotion 2019 será realizada neste sábado, 9, no São Paulo Expo, com transmissão ao vivo pela Band e pelo Portal da emissora a partir das 22h.

Assista ao vídeo de apresentação da candidata: 

 

Veja outras fotos da beldade: