Quero fazer um menu incrível, diz Willian

Gaúcho quer provar seu valor na final do MasterChef Profissionais ao vencer o colega chef de cozinha

O gaúcho Willian Peters conquistou a segunda vaga na final do MasterChef Profissionais após impressionar os jurados Rodrigo Oliveira, Paola Carosella e Erick Jacquin com sua sela de cordeiro com molho de amoras acompanhada de cuscuz de farinha d’água, purê de cenoura roxa e salada de ovo.

Apesar do bom desempenho, em entrevista ao Portal da Band, o participante revelou que nunca tinha visto uma sela de cordeiro. "Eu já tinha feito algo parecido, mas essas coisas de rechear, fechar, eu nunca tinha feito na vida. Acho que, no máximo, eu cheguei a fazer uma codorna recheada", afirmou.

"Minha estratégia foi desossar e ver no que dava. Eu queria beterraba, mas não encontrei no mercado e substituí por uma salada de ovo. Então fiz um recheio de cogumelo com gordura e sabia que o purê de cenoura roxa com cominho casaria muito bem. Fiz uma redução de vinho do Porto e de vinho branco para dar uma acidez gostosa", contou.

"Quando eu vi a farinha d'água, logo pensei em fazer algo parecido com o cuscuz marroquino, mas só que com a farinha d'água, que tem um gosto maravilhoso. Coloquei um pouco de couve-flor e torci para que desse certo. Mas eu fiquei preocupado, porque eu achei primeiro que meu prato estava melhor que o da Heaven [Delhaye]. Só que eu fiquei 'surdo' na hora que eles falaram que estava ruim o ovo e não ouvi mais as coisas boas", explicou.

"O Rodrigo ainda disse que eu parecia uma tia cozinhando. Eu achei engraçado, mas isso me deu um pouco de medo. Falaram que a salada de ovo não tinha nada a ver com o prato – e eu até concordo. Achei que eu tinha perdido aí, mas então disseram que a decisão foi unânime e que a Heaven ia deixar o programa. Eu fiquei chocado. Agora só quero fazer um menu incrível e ganhar do Rafa na final", completou.

Segundo Willian, a rivalidade com Rafael Gomes é estritamente profissional. "Ele é muito bom no trabalho dele, sabe o que faz e tem um restaurante na França. Lá ele é conceituado. Então, nada melhor do que ganhar dele. Uma das coisas que eu mais quero agora é dizer 'eu cozinho melhor que tu'. Gastronomicamente falando, o Rafa está entre os dois melhores cozinheiros da temporada toda e é um cara a se bater. Minha estratégia é cozinhar o que eu sei cozinhar, da melhor maneira possível e torcer para que gostem mais do meu prato e das minhas comidas", finalizou.

A final do MasterChef Profissionais será exibida na próxima terça-feira, 11, às 22h30. O grande vencedor vai ganhar o cobiçado troféu do talent show, além de R$ 200 mil com o apoio da Caixa. A Tramontina vai equipar a cozinha do vencedor com uma cuba completa, coifa, cooktop, fornos, panelas de aço inox, 1 kit chef de facas, além dos eletroportáteis Tramontina by Breville. Os dois finalistas ainda levam o tradicional prêmio de R$ 1 mil em compras durante um ano no cartão Carrefour e os valores acumulados durante o programa.

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário