Ser destaque dá um alívio, afirma Rafael

Chef proprietário ressaltou a importância de ser um destaque positivo na prova de eliminação

Preparar uma torre de cannoli em apenas 1h30 foi um desafio que deixou até os cozinheiros mais preparados em desespero no episódio do MasterChef Profissionais desta semana. O chef proprietário Rafael Gomes foi um deles que, para tentar ganhar tempo, apostou em três versões do mesmo recheio para a sobremesa.

"Acho que não tem nenhuma pessoa ali que viu que teria que fazer quinze cannoli com três recheios diferentes, construir uma torre, levar até a mesa para mostrar para os jurados que achou tranquilo. Impossível", afirmou o fluminense em entrevista ao Portal da Band.

"Tanto que eu perguntei para os jurados se precisavam ser três bases diferentes ou três sabores diferentes de recheio. No momento que eles falaram três sabores diferentes, facilitou um pouco. A minha estratégia foi tentar usar uma base com três modificações, três variáveis, como a gente faz na cozinha salgada", continuou.

"É como se fosse um molho hollandaise. Dele a gente tira milhões de sabores diferentes. Foi a mesma estratégia que eu tentei utilizar, fazendo o creme de ricota e separando ela em três partes. Mas acabei fazendo um quarto recheio, o mascarpone, que eu não entreguei. Só usei os recheios de avelã com coco queimado, de pistache e ricota com tangerina", disse.

Segundo Rafael, ser um destaque ajuda a tirar "um peso muito grande das costas". "No momento que acabou a prova, ninguém sabia quem tinha ganhado. Eu sabia que eu não estava entre os piores, mas tampouco imaginava que eu estava entre os melhores. E o momento que eu fui para o mezanino... Ser destaque com certeza dá um alívio", finalizou.

Chefs preparam torre de cannolis em eliminação; veja fotos

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário