Ana Paula: ‘O maior prêmio é a projeção do programa’

Apresentadora falou sobre a final: ‘Não dava para saber quem ia vencer, ambos estavam preparados’

Ana Paula Padrão comentou a final acirrada do MasterChef – A Revanche, que teve o curitibano Vitor Bourguignon como vencedor por apenas um ponto de diferença do vice-campeão Estefano Zaquini. "Fiquei na dúvida até o fim [sobre quem venceria o programa], só soube mesmo quando anunciou; ambos estavam realmente muito preparados", disse em conversa com o Portal da Band.

Para a apresentadora, o maior prêmio que o talent show oferece é a visibilidade. "Claro que ganhar é ganhar, mas no caso do MasterChef, os participantes ganham tanta projeção na carreira que não faz diferença quem leva o troféu ou não. Ainda mais por apenas um ponto. Para o mercado da culinária, isso não é nada".

Ana Paula avaliou como positivo a temporada, principalmente pela oportunidade de acompanhar de perto a evolução de cada um dos cozinheiros. "Eu sempre faço um processo de imersão antes do início das gravações do programa; estudo o perfil de cada um para ter uma interação com eles. Meu papel é entender o que acontece nos bastidores e trazer para a cena. Dessa vez eu não precisei. Minha pesquisa foi feita na base de coisas que eu já tinha. Comecei esse processo mais rápido", revelou para a reportagem.

"O que foi mega interessante mesmo foi ver como as essas pessoas mudaram. Elas vieram com outras experiências, novas estratégias e cozinhando coisas diferentes. Eu gosto de gente, sou muito curiosa, isso é da minha profissão. Então foi bacana ver quem eram essas pessoas antes e quem elas são agora. Quem realmente investiu no talento culinário ou veio com mais maturidade para enfrentar as pressões que o programa tem", completou.

A apresentadora lembrou ainda que as inscrições para a próxima temporada do MasterChef Brasil já estão abertas. "O que sabemos é que será uma nova temporada de amadores. Ano que vem já começamos a nos preparar", adiantou a jornalista, que destacou ainda o sucesso do formato. "Eu sempre me pergunto: 'será que vamos conseguir fazer sucesso de novo, agradar o público, conseguir um casting maravilhoso e gente interessada em se inscrever? E sempre me surpreendo com a quantidade de retorno positivo que temos. Começam as inscrições e tem muita gente interessada", pontuou.

"O programa tem vida própria, não depende mais da gente. E essa vida própria é alimentada pelas pessoas que gostam do MasterChef, querem participar, tem um sonho. O mais bacana é quem vem para cá com um sonho e quer mudar a vida de alguma maneira. A gente entrega todo dia comida, mas no final o que oferecemos mesmo é um grande sonho".

Veja as fotos da final ao vivo do MasterChef - A Revanche:

Além do troféu do MasterChef – A Revanche, Vitor vai levar R$ 250 mil do Banco do Brasil. O curitibano também ganhou um curso de técnicas tradicionais da culinária francesa no Le Cordon Bleu Rio de Janeiro, uma cozinha completa da nova linha Brastemp Gourmand, uma cozinha equipada com produtos da Tramontina, R$ 1 mil por mês durante um ano para fazer compras com o cartão Carrefour e os R$ 17 mil que conquistou durante a temporada. Já o vice-campeão Estefano, além dos R$ 16,5 mil acumulado com as vitórias durante a temporada, será premiado com R$ 1 mil por mês, durante um ano, para fazer compras com o cartão Carrefour.

Reveja o momento do anúncio do campeão desta temporada:

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário