‘Técnica nunca ganha sobre sabor’, afirma Paola

Jurada do MasterChef - A Revanche revelou que sobremesa de Estefano ficou excessivamente doce

O curitibano Vitor Bourguignon venceu o andreense Estefano Zaquini nesta terça-feira, 17, na disputa pelo título de MasterChef – A Revanche após uma decisão dos jurados Henrique Fogaça, Paola Carosella e Erick Jacquin. Com a somatória das notas, o campeão levantou o troféu por apenas um ponto de diferença.

Em entrevista ao Portal da Band, a chef de cozinha Paola explicou os motivos que levaram ao resultado. "MasterChef é uma competição que todo mundo assiste de casa e tira suas próprias conclusões. E tem nós três: eu com 29 anos de cozinha profissional, o Jacquin com mais de 30 anos e o Fogaça com mais de 15 ou 20 anos. É muita bagagem gastronômica", disse a jurada.

"Acha que vamos julgar igual à pessoa que está em casa? Primeiro, porque a gente come [os pratos]. Segundo porque, a gente vai basicamente avaliar o resultado final do prato. Técnica nunca ganhou de sabor, jamais. Se você quer saber exatamente, teve um excesso de doçura na sobremesa do Estefano que atrapalhava a degustação, era doce demais. E por mais que a mousse de chocolate do Vitor não estivesse na textura correta, a gelatina de caju, o crocante de caju era de uma delicadeza quase sublime", continuou.

"Talvez o problema seja que, durante as avaliações, a gente não pode revelar tudo, senão perde o suspense. E a entrada do Vitor era maravilhosa. Foi a entrada e a sobremesa [que decidiram]. Eu falei para o Estefano: 'A gente não julga pessoas, a gente julga pratos'. Se a gente julgasse pessoas, seria impossível para mim e eu não estaria aqui", completou.

Paola Carosella ainda elogiou o campeão do MasterChef – A Revanche por ter surpreendido a ela durante as gravações. "Faz um tempão que a gente gravou o programa, mas ele fez um sashimi de melão ao molho de atum que eu pensei: 'Isso é uma roubada, não pode ser. Impossível!'. Eu coloquei na boca e falei: 'P*ta que pariu, isso é surreal de bom'", relembrou. "Então, o menino foi lá fora, estudou e se profissionalizou. Ele estudou. Queira ou não, no nosso trabalho, quanto mais você estuda, lê e trabalha, mais impacto isso vai ter no resultado de final", concluiu.

Veja as fotos da final ao vivo do MasterChef - A Revanche:

Além do troféu do MasterChef – A Revanche, Vitor vai levar R$ 250 mil do Banco do Brasil. O curitibano também ganhou um curso de técnicas tradicionais da culinária francesa no Le Cordon Bleu Rio de Janeiro, uma cozinha completa da nova linha Brastemp Gourmand, uma cozinha equipada com produtos da Tramontina, R$ 1 mil por mês durante um ano para fazer compras com o cartão Carrefour e os R$ 17 mil que conquistou durante a temporada. Já o vice-campeão Estefano, além dos R$ 16,5 mil acumulado com as vitórias durante a temporada, será premiado com R$ 1 mil por mês, durante um ano, para fazer compras com o cartão Carrefour.

Reveja o momento do anúncio do campeão desta temporada:

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário