‘Fiquei mal com o feedback do Jacquin’, conta Sabrina

Jurado disse que a participante conseguiu fazer um prato pior do que a primeira vez

A prova da Caixa Misteriosa foi um verdadeiro baque para Sabrina Kanai. Ela teve que refazer um prato de rã com tomate confit que a levou a ser eliminada durante a sua participação na segunda temporada do MasterChef Brasil, porém, o resultado não agradou aos jurados Henrique Fogaça, Paola Carosella e principalmente Erick Jacquin.

"Foi muito duro ter esse feedback negativo. Acho que foi a pior parte, até então, de todos os episódios que já vivi dentro dessa cozinha. Eu fiquei bem mal com o feedback do Jacquin porque como eu vou apresentar um prato pior do que eu apresentei quatro anos atrás? Ele foi bem duro com algumas palavras e eu fiquei bem abalada", disse em entrevista ao Portal da Band.

Sabrina disse que, no entanto, não teve muito tempo para ficar para baixo com a avaliação. "Aqui você tem que se recuperar rápido, porque na sequência eu iria fazer uma prova de eliminação. Então, eu separei o tempo que os outros participantes estavam fazendo a prova de pressão para organizar a minha cabeça, para tentar centrar e utilizar esse feedback super negativo como uma motivação", afirmou.

No duelo eliminatório, a cozinha teve de preparar um menu completo utilizando queijos em todas as receitas. "O mais difícil foi o lance do mercado, porque eu gosto de queijos e cozinho com muito queijo. Porém, organizar as compras em três minutos para três pratos é difícil. Não foi nem tanto pensar nas receitas, mas conseguir pegar todos os elementos no mercado para compô-las", explicou.

"Minha maior preocupação foi me respaldar em termos de queijo, alguns insumos chaves – tipo farinha e ovo, que não podia faltar – porque depois que fecha o mercado, a gente não pode voltar. E eu gosto de ter outros planos, porque nem sempre a gente tem clareza do que vai fazer quando vai às compras", completou.

O primeiro prato de Sabrina foi uma criticada bruschetta de queijo brie com geleia de damasco. "É uma coisa que eu já faço no meu espaço de eventos, mas eu faço em formato de quarteto, servida com outros três tipos de bruschetta. Então, aqui pareceu simplório, mas lá no meu espaço é um conjunto. Optei por ela por ser algo rápido e por ser algo que faz sucesso", afirmou.

Na sequência, ela serviu um ravióli de gorgonzola e pera ao molho bechamel com castanha de caju e um bolo de frutas vermelhas com chantilly de requeijão. "Eu sabia que queria fazer uma massa fresca, então só fiquei pensando na composição de sabores enquanto fazia o mise en place. Fiz umas provas de sabores na colher para saber o que ficara legal. E, a sobremesa, eu estava bem perdida. Não sabia exatamente o que fazer porque meu plano principal era fazer uma cheesecake, mas eu acabei esquecendo a ricota", contou.

"Acabei decidindo fazer um bolo porque, querendo ou não, o bolo sempre toca naquele lance afetivo. É uma coisa que te traz para festas infantis ou para aquele momento em família, no final de semana. Quando eu escolhi os pratos para essa eliminação, eu não quis colocar muito enfeite. Optei por fazer coisas que eu dominava e que retratassem a minha cozinha, não ficar inventando coisas que pudessem desapontar novamente os chefs", concluiu.

Sabrina falou ainda que a pressão das provas do MasterChef – A Revanche estão ainda maiores. "Às vezes, as pessoas que assistem não têm a noção do que é estar nessa cozinha, de ser surpreendido pelos temas das provas, ter pouco tempo e ter a expectativa dos jurados em cima de você. Ainda tem as expectativas da equipe que trabalha comigo. Diferentemente da minha primeira temporada, eu tenho agora funcionários que vão depositar suas expectativas em mim", afirmou.

"O MasterChef tem um patamar de exigência muito alto, mesmo para mim que trabalhou quatro anos na cozinha. A Vanessa [Vagnotti], por exemplo, é uma boa cozinha, mas ela precisa cozinhar no timing dela. Aqui tem pressão de todos os lados e está bem difícil. Bem mais difícil do que na minha primeira temporada", finalizou.

O MasterChef – A Revanche é um formato da Endemol Shine Group, produzido pela Endemol Shine Brasil em uma co-produção com a Band e o Discovery Home & Health. O programa vai ao ar todas às terças-feiras, às 22h45, na tela da Band (com transmissão simultânea no aplicativo da emissora para dispositivos móveis). A atração também vai ao ar às sextas-feiras, às 20h30, no Discovery Home & Health.

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário