‘Todas as vezes que saí, foi porque perdi a prova em grupo’, lamenta Helton Oliveira

Jovem de 19 anos deixa o MasterChef – A Revanche após não agradar os jurados com croquembouche

O mineiro Helton Oliveira deixou o MasterChef – A Revanche nesta terça-feira, 22, após não conseguir completar o desafio de entregar uma croquembouche perfeita para os jurados Henrique Fogaça, Paola Carosella e Erick Jacquin. Visivelmente cabisbaixo, o jovem talentoso lamentou ter perdido a prova em grupo e ido direto para à eliminação.

"Eu não queria estar nessa situação, não queria ter feito a prova em grupo com eles. Queria ter ido para o lado da Katleen [Lacerda] e do Estefano [Zaquini], mas o Vitor [Bourguignon] colou no meu braço e me levou para lá. Eu já não gostava muito da liderança do Fernando [Kawasaki] pelo que eu tinha visto na temporada, por isso queria estar no outro time", disse em entrevista ao Portal da Band.

"Perder a prova em grupo é estressante. A gente fica mal, tem que ir para a eliminação depois. Todas as vezes que saí, foi porque eu perdi a prova em grupo. Isso é uma coisa que acaba comigo. Eu vou para o mezanino quando a prova é no estúdio, pois eu me garanto sozinho sem depender de ninguém", completou Helton.

Para decidir quem iria se enfrentar no desafio eliminatório, os jurados avaliaram o desempenho do time vermelho e salvaram três integrantes. "Eu até concordo com a escolha dos chefs, mas eu não concordo com essa dinâmica. Não deveria ter escolha. Perdeu, todo mundo vai para eliminação. Se estivesse bom, estaríamos todos no mezanino", reclamou.

"Esse negócio de embate é f*da. Para mim, o Vitor é mais fácil de enfrentar do que a Raquel [Novais], por exemplo. A principal dificuldade ali foi manter a cabeça, porque os ingredientes estavam contados. Eu usei todos os ovos na massa e não percebi. Deveria ter separado oito ovos para fazer um creme patissière e rechearia as minhas carolinas, que são meio sequinhas mesmo. Faltou estratégia", explicou.

Helton também lamentou ter deixado o programa logo no primeiro episódio após os embates. "Primeiro, é gratificante porque eu fiquei entre os 10 melhores e saíram 10 pessoas incríveis. Eu tirei a Raquel. Ali foi uma final antecipada para mim. Eu provei, para mim, que eu cozinho, mas não é todo dia que a gente cozinha bem. A gente não está bem todo dia. Eu deveria ter focado mais, realmente deveria ter pensado mais", afirmou.

O jovem cozinheiro ainda apontou outro erro seu durante a prova do croquembouche. "Eu percebi que o Vitor colocou o doce de leite direto do pote. Por mais que eu goste dele, acho que isso não é uma técnica. Se eu tivesse ouvido que poderia ter feito assim, teria feito igual a ele. Eu fiz um recheio: bati o creme de leite, coloquei o doce de leite e montei uma torre. Não achei que estava tão líquido, mas o Jacquin e o Fogaça reclamaram da falta de recheio. Sei que dei o meu melhor. Foi uma superação entregar aquilo lá", finalizou.

O MasterChef – A Revanche é um formato da Endemol Shine Group, produzido pela Endemol Shine Brasil em uma co-produção com a Band e o Discovery Home & Health. O programa vai ao ar todas às terças-feiras, às 22h45, na tela da Band (com transmissão simultânea no aplicativo da emissora para dispositivos móveis). A atração também vai ao ar às sextas-feiras, às 20h30, no Discovery Home & Health.

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário