‘Mudamos o dia a dia dos brasileiros’, afirma Jacquin

Chef de cozinha fala da influência que as temporadas de MasterChef tiveram na cultura do país

A história da gastronomia brasileira está vivendo um novo capítulo e, em grande parte, por culpa do MasterChef Brasil. O talent show culinário da Band mudou a forma como as pessoas se relacionam com a comida e a forma com a qual encaram a cozinha. "Cada edição do MasterChef é uma edição diferente. A gente teve uma evolução muito grande, igual ao Brasil", analisou o jurado Erick Jacquin após a final deste domingo, 25.

"Graças ao programa, as pessoas se alimentam de uma forma diferente em casa", completou. "O cumprimento mais bonito que eu recebi na minha vida e, eu sempre falo dele, foi: 'Graças a vocês, o meu pai cozinhou em casa'. E todo dia tem gente que me fala: 'Jacquin, agora eu sei cozinhar, agora eu cozinho todo dia. A gente não faz mais churrasco, a gente faz comida no sábado'", continuou.

"'A gente não come mais arroz e feijão todo dia, a gente faz o que você faz na televisão'. Então, isso é MasterChef, não é apenas um talent show. É um programa cultural que ajuda a se alimentar e a comer de uma forma diferente no Brasil. Sou muito feliz de fazer parte dessa história", afirmou Jacquin. "Sem saber, com a Paola [Carosella], com o [Henrique] Fogaça, com a Ana Paula [Padrão], com todo o time e com toda a equipe, nós mudamos o dia a dia dos brasileiros, das famílias. Seja rico, seja pobre, seja classe média. Isso eu acho maravilhoso. Isso aqui não tem preço", finalizou.

Nesta temporada, Rodrigo levou do cobiçado troféu do MasterChef Brasil, além de R$ 250 mil, uma bolsa de estudos de técnicas tradicionais da culinária francesa na Le Cordon Bleu Paris, uma cozinha completa da nova linha Brastemp Gourmand com geladeira, micro-ondas, forno tradicional e a vapor, cooktop e coifa. A Tramontina também vai equipar a cozinha do vencedor com panelas de aço inox, um kit chef de facas, além dos eletro-portáteis Tramontina by Breville.

Já a Barilla vai levar o campeão para acompanhar o maior campeonato de massas do mundo, o Pasta World Championship. Além de acumular R$ 6,5 mil em vitórias durante a temporada, Rodrigo ainda será premiado com R$ 1 mil por mês, durante um ano, para fazer compras com o cartão Carrefour.

Vice-campeã, Lorena acumulou R$ 8,5 mil em vitórias durante a temporada e será premiada com R$ 1 mil por mês, durante um ano, para fazer compras com o cartão Carrefour. A segunda colocada também ganhou uma bolsa de estudos na unidade da Le Cordon Bleu em Ottawa, no Canadá, podendo escolher entre o curso de técnicas tradicionais da gastronomia ou de pâtisserie.

Rodrigo Massoni vence o MasterChef Brasil 2019; veja fotos

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário