Adiei meus planos para o Exathlon, conta Alline

Jogadora do Santos trancou a faculdade e adiou a volta ao time profissional para disputar o reality

A atual campeã brasileira de futebol feminino Alline Calandrini está apostando alto em sua participação no Exathlon Brasil, o reality show mais difícil da televisão. Para viajar para a República Dominicana e disputar as provas contra guerreiros e heróis, a jogadora trancou sua faculdade de Jornalismo e adiou a volta ao time do Santos.

"Eu me formaria agora no final deste ano, mas agora não vou mais me formar", disse aos risos ao Portal da Band. "Ano que vem eu termino a faculdade, porque só falta esse último semestre. Até tentei dar um jeito de terminar o TCC antes, falei com os professores, mas as matérias eu vou perder mesmo. Não tem volta", completou.

"Eu ia voltar a jogar profissionalmente agora pelo Santos em setembro, mas eu adiei tudo. Adiei todos os meus planos, mas está tudo bem. Falei com o departamento do clube e o próprio presente me liberou: 'Vai, aproveita a oportunidade. Você tem que ir!'. Eu estava morrendo de medo de conversar com ele e em cinco minutos ele autorizou", relembrou.

Segundo Alline, a única coisa que o presidente do Santos pediu a ela foi que ela vencesse o reality show. "E eu vou ganhar. Eu sou do Norte, do Macapá, e lá tem muita floresta, muita mata. A minha infância toda eu cresci passando as férias na mata. A única coisa que eu tenho pavor é cobra", disse. 

"É óbvio que ficar dois ou três meses [isolados] vai ser punk, mas eu estou muito preparada e não é a primeira vez que eu passo por uma situação assim. Lembra quando eu passava as férias na minha avó, no interior do Macapá", explicou. 

A jogadora de futebol também acredita que vai tirar de letra a questão da alimentação e ficar um tempo sem comer. "Eu faço aquele jejum intermitente – durmo sem comer, acordo e vou almoçar por volta das 13 horas. Também sou capitã da minha equipe, então eu tenho esse lado de liderança, de apaziguar certas situações. Agora, a minha cabeça pode me passar a perna. Eu sou competitiva, mas fico um pouco insegura", afirmou.

"Meu confronto direto será com a equipe dos Guerreiros, mas a minha ideia é me sair melhor do que as meninas do meu time também. Não quero depender da votação do público, quero me garantir nas provas porque estarei competindo com gente mais famosa que eu, como o Giba, por exemplo, que deve ter mil fã-clubes. Então, não quero depender disso", completou.

"Meus pais disseram para eu ser eu mesma, ser prestativa e ajudar quando puder ajudar. Se eu for eu mesma, o público vai gostar, eles disseram. A transparência e a autenticidade são coisas que as pessoas valorizaram. Então, quero ficar super à vontade lá e me sentir em casa. Eu posso ficar um pouco intimidada no início, mas eu estou preparada para me soltar, ser eu, brincar e me sentir à vontade. Ser eu mesma, ajudar a minha equipe e dar minha opinião", finalizou.

Conheça os pontos fortes e fracos da equipe Heróis

herois

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário