Confira os melhores momentos dos desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro

Portela, Viradouro, Vila Isabel, Salgueiro e Unidos da Tijuca são fortes candidatas ao título

O Carnaval de 2020 ficou marcado pelo forte teor político e crítico dos enredos – ainda que muitos não tenham se concretizado na avenida. Ainda assim, imagens como a mensagem da Grande Rio (Respeita meu axé) e o menino favelado crucificado da Mangueira foram duas imagens que devem entrar para a história dos desfiles. Mas a opulência de Viradouro e Vila Isabel merecem destaque, assim como a correção de Portela e Beija Flor – esta vindo de um desastroso 11º lugar no ano passado.

Confira os melhores momentos dos desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro:

1º Dia

Portela e Unidos do Viradouro foram as escolas de samba que mais empolgaram o público na primeira noite de desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro realizada no domingo, 23. Repleta de críticas sociais, a noite também teve duas agremiações prejudicadas por problemas em carros alegóricos. Cercado de expectativa, o desfile da Mangueira – atual campeã – foi morno, sem grandes surpresas e incapaz de empolgar as arquibancadas.

Grande Rio e União da Ilha vão perder pontos devido à correria provocada pelos problemas em carros alegóricos. A Estácio fez um desfile pobre e é candidata ao rebaixamento, que neste ano vai punir duas agremiações. A Paraíso do Tuiuti fez um desfile correto, mas não empolgante nem surpreendente.

Assista aos melhores momentos de cada escola no primeiro dia de desfiles:

Estácio de Sá

Viradouro

Mangueira

Paraíso do Tuiuti

Grande Rio

União da Ilha

Portela

2º Dia

Ao contrário do que se esperava, a segunda noite de desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro teve nível técnico melhor do que a primeira. Três das quatro primeiras escolas a desfilar se credenciaram para o título: Vila Isabel, Salgueiro e Unidos da Tijuca. Na disputa pelo campeonato, elas se somam a Viradouro e Portela, que se destacaram na primeira noite.

Entre as demais escolas da segunda noite, a São Clemente fez o desfile divertido que se esperava dela, mas com a única pretensão – aparentemente alcançada – de se manter na elite, e a Mocidade – escola que, pelo enredo, gerou mais expectativa nessa segunda noite – homenageou a cantora Elza Soares e emocionou, mas teve problemas pontuais – de evolução, por exemplo. A Beija-Flor começou muito bem seu desfile, mas depois os integrantes precisaram correr para terminar o desfile no prazo permitido de 70 minutos.

Assista aos melhores momentos de cada escola no primeiro dia de desfiles:

São Clemente

Vila Isabel

Salgueiro

Unidos da Tijuca

Mocidade

Beija-Flor

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário