Carnavalesco Leandro Vieira rebate acusações de blasfêmia sobre enredo da Mangueira

Escola de samba apresentará o desfile ‘A verdade vos fará livre’, sobre Jesus Cristo

"Chamar de blasfêmia o samba-enredo da Estação Primeira de Mangueira é um completo desconhecimento", afirmou Leandro Vieira, carnavalesco da atual campeã do Carnaval do Rio de Janeiro. A escola de samba vai retratar uma nova representação de Jesus Cristo, fato que não agradou aos setores mais conservadores da sociedade.

O Instituto Plínio Corrêa de Oliveira lançou um abaixo-assinado contra a agremiação carnavalesca, afirmando que o desfile é uma afronta à religião e à fé católica. Leandro Vieira explicou que a ideia não é incitar polêmica, mas criticar a utilização da figura de Jesus como "fiador de uma política bélica e opressora". O carnavalesco conversou sobre o assunto com Luiz Megale, Ana Paula Rodrigues e Lucas Herrero no programa 90 Minutos da Rádio Bandeirantes.

"A ideia é de um Jesus que ocupa diversas faces, sobretudo as faces dos oprimidos e dos desassistidos da atualidade. Não é novidade para ninguém, Jesus Cristo, quando ele esteve, na Terra ele veio pregar igualdade, fraternidade e amor sobretudo para os desemparados e os que sofriam com opressão", disse Vieira.

Mais:
Carnavalesco da Mangueira diz ser um homem de fé; leia a entrevista
Ultra-conservadores de hoje representam os que tramaram a condenação de Jesus, diz Leonardo Boff sobre ataques à Mangueira

"Não é uma crítica [...] ao catolicismo. É sobretudo uma crítica à figura de Jesus Cristo utilizada como fiador a uma série de coisas anticristãs. Somos um país que se declara cristão, mas que lidera o ranking de homicídios contra LGBTs. Somos um dos países com maiores índices de feminicídio", completou.

A escola de samba Estação Primeira de Mangeuira apresentará o enredo A verdade vos fará livre, sobre Jesus Cristo. A agremiação será a terceira a se apresentar na Marquês de Sapucaí no domingo, dia 23 de fevereiro. Veja abaixo algumas das fantasias aprovadas pelo carnavalesco Leandro Vieira:

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário