Conheça a história do Galo da Madrugada

Bloco de Carnaval mais famoso do Brasil nasceu há 35 anos

Nascia em 1978, no Bairro São José, no Recife, aquele que viria a se tornar o maior e mais famoso bloco de Carnval do mundo: o Clube de Máscaras Galo da Madrugada.

Criado por moradores da região e comandado por Enéas Freire, o grupo queria resgatar o caráter popular e democrático do carnaval de rua da capital pernambucana, já que na época os espaços e participantes da folia se tornavam cada vez mais restritos por vários blocos e passarelas.

Naquele ano o Galo saiu com apenas 75 integrantes, acompanhados por uma banda de frevo de 22 integrantes. A ideia, porém, tinha dado certo, e no Carnaval seguinte foram 350 pessoas que acompanharam o bloco.

Ao longo da década de 80 o clube não parou de crescer e viu multiplicar para a casa dos milhares o número de pessoas que brincavam sob seu símbolo. Por isso, em 1984, as orquestras de frevo foram para cima de caminhões, para apenas dois anos depois serem colocadas em trios elétricos.

O Galo fica gigante

Em 1991, menos de quinze anos depois da sua fundação, o Galo arrastou pelas ruas do centro do Recife nada menos do que um milhão de foliões e em 1994 entrou para o Guiness Book com um recorde de um milhão e meio de brincantes.

A fama do bloco continuou a crescer exponencialmente, contando sempre com a participação grandes cantores brasileiros e valorizando a música pernambucana. Em 2012, no percurso de cinco quilômetros percorridos ao som de 25 trios elétricos, a prefeitura do Recife contabilizou dois milhões de foliões, embalados pelas vozes de artistas como  Alceu Valença, Fafá de Belém e Elba Ramalho.

Em 2013, o bloco, que sempre sai aos sábados de Carnaval, celebra a inclusão do frevo na lista dos Patrimônios Imateriais da Humanidade da Unesco. Para isso, o gigantesco galo de 23 toneladas e 27 metros de altura que se ergue em meio aos milhões de foliões será coroado como rei do ritmo pernambucano.

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário