Vitória de todos os injustiçados, diz Rick Bonadio

Jurados elogiaram a escolha de Cristopher Clark como vencedor da primeira temporada do X Factor Brasil

Cristopher Clark foi anunciado como vencedor da primeira temporada do X Factor Brasil nesta quarta-feira, dia 23, e recebeu diversos elogios dos jurados da atração. Em conversa com o Portal da Band, Rick Bonadio, Alinne Rosa e Di Ferrero elogiaram as apresentações do cantor de Santos, cidade do litoral paulista.

"Foi muito merecido", pontuou Rick Bonadio. "O Cristopher é um cara que representa muitos músicos pelo Brasil, que tentam ganhar a vida pela música. Acho que esta é a última chance dele passar pela vida e deixar uma marca na indústria. E deixou uma marca bonita na história do Brasil, porque todo mundo vai ficar sabendo que ele foi o primeiro ganhador do X Factor", disse.

"Muita gente me procura pedindo ajuda para fazer sucesso e eu não consigo ajudar a todo mundo. O Cristopher é um cara que está há mais de 20 anos lutando, cantando em bares e nunca teve o seu talento reconhecido. Ele representa tantos outros talentos que nunca foram reconhecidos. Hoje, é uma vitória de todos os músicos e artistas talentosos que se sentem injustiçados por não fazerem sucesso", completou o produtor musical.

Alinne Rosa, mentora da segunda colocada Jenni Mosello, também elogiou a vitória do cantor. "Eu achei justo. Ambos são muito talentosos, então qualquer um dos dois poderia ter ganhado. Lógico que eu queria que a Jenni vencesse, porque eu acho que ela é uma artista completa e eu estava torcendo muito por ela. Mas o Cristopher merece também, por ser um cara trabalhador e por estar na estrada há muito tempo. Ele é talentoso. Só seria ruim se a gente perdesse para alguém que não é talentoso", afirmou a cantora baiana.

Di Ferrero, mentor da categoria Homens, também teceu diversos elogios a Cristopher. "Ele merece, é um cara guerreiro. Cantou demais nesta final e eu aplaudi de pé. Daqui, ele vai voar. A Jenni venceu também, pois eu tenho certeza que deve estar chovendo propostas para ela fazer milhões de coisas na carreira", disse.

"Eu adorei o resultado e fico feliz de ter um cara experiente como vencedor, porque ele sabe o que fazer e é esperto. A indústria da música é um mercado como qualquer outro: tem muita gente boa, mas tem muita gente que se aproveita das situações. O Cristopher tem a manhã e ele vai saber separar as coisas. Fico feliz por isso, porque ele está bem ligado no que vai rolar", finalizou o vocalista da banda NX Zero.

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário