Dani Bolina acha samba-enredo polêmico positivo

Ex-panicat é madrinha de escola que falará sobre Nossa Senhora de Aparecida

No último domingo, dia 12, Dani Bolina retornou ao Pânico na Band para participar de um quadro. Em entrevista ao Portal da Band, a beldade falou se ainda tem futuro no humorístico.

"Não foi falado nada sobre isso. Eu gosto do Pânico, trabalhei por sete anos no programa. Foi onde conquistei todas as minhas coisas", disse.

Bolina está se mantendo ocupada com a chegada do Carnaval. A musa é madrinha de bateria da Unidos de Vila Maria, que este ano conta com um samba-enredo polêmico: Aparecida – A Rainha do Brasil. A escola irá homenagear os 300 anos da aparição da padroeira.

"É polêmico, mas ao mesmo tempo é uma nova empreitada. É um tema que mexe com tantas pessoas e a escola está seguindo à risca tudo que foi pedido pelos padres", contou. "É um ponto positivo para o Carnaval. Acho legal falar de uma santa".

A modelo, que se definiu como umbandista, mas devota de Santa Rita de Cássia, vê mudanças nos figurinos das mulheres que desfilam no Sambódromo. "Este ano acho que vai ser diferente. Estamos vendo as madrinhas e musas usando maiô", observou.

Veja como foi a participação de Dani Bolina no Pânico:

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário