Panicat critica musas que só querem aparecer

Aline Mineiro vai aproveitar o Carnaval para ganhar dinheiro

Ao contrário de muitas assistentes de palco, as panicats Aline Mineiro e Carol Dias não são fãs de Carnaval e irão aproveitar os sete dias de festa para se dedicarem ao trabalho.

Aline, que voltou recentemente de uma Eurotrip após 30 dias viajando com o namorado, o diretor de externas do Pânico na Band Luiz Afif, pretende se dedicar as campanhas publicitárias durante a folia. “Vou trabalhar, aproveitar para encher o cofrinho”, afirma ela que também não é fã da festa pagã e sofre com um problema no joelho.

“Para você participar de um desfile é necessário participar, conhecer a comunidade, as pessoas. Acho horrível ver a mulherada chegando e apenas sambando, sem envolvimento, apenas para aparecer... o Carnaval tem que ter um propósito além da felicidade. Talvez algum projeto social, já que a visibilidade da festa é tão grande”, conclui a modelo.

Carol Dias compartilha da mesma opinião que a colega de trabalho e confessa não ter samba no pé. “Não gosto de escola de samba. Respeito muito, mas não é minha praia. Primeiro que não sei dançar direito, segundo que também não recebo muitos convites. Prefiro deixar para quem realmente gosta de samba, tem disponibilidade para se dedicar aos ensaios, as escolas. Eu gosto é do eletrônico”, conta aos risos.

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário