Tamanho de fonte
Atualizado em sábado, 6 de agosto de 2016 - 23h08

Landau: Sempre fui a favor da distribuição online

Para cantor, conteúdo grátis também tem que ser de qualidade
Landau mistura sons da MPB em novo repertório / Divulgação/Miki Malka Landau mistura sons da MPB em novo repertório Divulgação/Miki Malka

Irmão caçula de Rogério Flausino, Landau lança seu oitavo trabalho, intitulado Luau do Landau. Gravado no cenário paradisíaco de Arraial D'Ajuda, na Bahia, o cantor e compositor conversou com o Portal da Band sobre a escolha de distribuir gratuitamente seu trabalho na internet.

"Sempre fui a favor da divulgação online. Hoje o CD e o próprio DVD têm se tornado produtos obsoletos. Nos shows conseguimos pagar as contas. É claro que é mais difícil recuperar o investimento feito para produzir os álbuns, mas os tempos são outros", afirmou.

"As plataformas digitais têm sido alternativas tão satisfatórias quanto no início da década de 1990, quando eu comecei a gravar. Quanto mais barato conseguirmos mostrar que existimos, maior será o alcance e mais rápida será a resposta do público. É claro que, não é porque o conteúdo será distribuído de graça na internet que ele não terá uma boa qualidade. Tem que ter sim", completou Landau.

O cantor também falou das influências da MPB no seu novo trabalho. "Nos últimos anos, tenho tido muito contato com a cultura nordestina, pois 80% das minhas apresentações têm sido nesta região! E, com certeza, isso tem me influenciado muito. Quando eu ainda era garoto, em busca de uma sonoridade diferente, eu sempre quis misturar as culturas", disse.



"Neste novo trabalho, o Luau do Landau, eu pude homenagear meus grandes ídolos e mostrar as novas canções que receberam arranjos muito próximos a essas influências", continuou antes de elencar quais artistas mais o inspiraram no novo DVD. "Zé Geraldo; Raul Seixas; Zé Ramalho; Belchior; Paulinho Pedra Azul; Sá, Rodrix e Guarabyra", listou.

Gravado em Arraial D'Ajuda, Landau também contou porque escolheu a cidade como cenografia do seu show. "Arraial D'Ajuda é um lugar muito especial para mim, desde 1999, quando fui pela primeira vez divulgar meu primeiro CD. E foi paixão à primeira vista. No Alto da Pitinga, onde foi registrado o Luau, eu realmente me sinto em casa. Então, acredito que este clima festivo, somado a uma bela vista e um mega astral – modéstia à parte – deixaram o Luau bem leve e agradável para curtir", finalizou.

O cantor se apresenta em São Paulo no próximo dia 18 de agosto no Ao Vivo Music, no bairro de Moema. Os ingressos custam R$ 20 e o estabelecimento abre a partir das 22 horas.

Confira também
Falamos de bebida de forma leve, diz cantor de TCC
Não penso em aposentadoria, afirma Bell Marques
Gusttavo Lima celebra fase sem fumar e sem noitadas

Você viu?

Chitãozinho & Xororó apostam em show high-tech e interativo

Chitãozinho & Xororó se apresentam em São Paulo