Tirei um peso das costas, garante Deborah

Vencer a prova de eliminação foi determinante para a cozinheira amadora após resultado desastroso na cozinha do restaurante Tuju

A cozinheira amadora Deborah Werneck não gostou do seu desempenho na cozinha profissional do restaurante Tuju, comandado pelo chef Ivan Ralston. Porém, ela não deixou a pressão da prova anterior abalar a sua confiança e enfrentou com muita garra na prova de eliminação.

"Eu estava com muita vontade de cozinhar bem, porque eu realente fiquei frustrada no restaurante. Então, eu falei para mim mesma: 'Nessa prova de eliminação, eu tenho que mandar bem'", revelou a participante ao Portal da Band.

"Quando eu vi que teria de cozinhar pato, eu fiquei mais tranquila. Pensei em fazer um pato recheado inteiro, até que a Ana Paula falou que teríamos 1h15. Então, fui para o magret – que todo mundo acabou fazendo. Recheei ele com farofa e fui para a linha da combinação clássica, para agradar os chefs", continuou.

O resultado parece ter funcionado, já que Henrique Fogaça, Paola Carosella e Erick Jacquin elegeram o magret de pato recheado com farofa e molho como o melhor prato da noite. "Fiquei contente, era realmente o que eu queria: superação e determinação. Estou no MasterChef e eu vou cozinhar bem, independente da prova que passou. Vou brilhar e botar energia boa aqui. Tirei um bom peso das costas", finalizou.

Candidatos precisam desossar e rechear pato por top 5; veja fotos

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário