A comida conecta o mundo, afirma Mirian Cobre

Cirurgiã-dentista elogiou a prova e revelou que conheceu mais sobre refugiados

Na última prova em equipe da temporada, o MasterChef convidou os oito cozinheiros a compreender quem são os novos imigrantes do Brasil. Eles tiveram que se inspirar na culinária congolesa, haitiana e síria.

O time liderado por Mirian Cobre apostou em uma receita de picadinho de cordeiro com especiarias acompanhado de arroz, couve e vinagrete de romã como prato principal e um bolo de especiarias com calda de laranja como sobremesa para vencer o desafio.

Feliz com o resultado, a capitã analisou o resultado e ressaltou o papel da gastronomia em unir os povos. “A comida conecta o mundo, me fez viajar para os países deles. São pessoas que largam parentes, arriscam as suas vidas, e estão aqui, conheço vários haitianos, no meu bairro, inclusive, que são pessoas maravilhosas, que passam cumprimentam, educadíssimas, trabalham, então acho que é uma nova oportunidade que a vida está dando para eles”, analisou.

Victor Vieira, que também integrou o grupo vencedor, comentou o que ele acredita ter sido o diferencial. “Todas as culturas por mais diversas que sejam, gostam de uma coisa em comum: comida boa, e foi isso que a gente fez. O time azul teve a capacidade de ganhar porque a Mirian foi uma excelente capitã, ela escutou o time, e a gente teve a capacidade de não fazer uma coisa deles, mas uma coisa brasileira com um toque deles”, analisou.

Mirian ainda aproveitou para elogiar a temática e afirmou que serviu para todos pudessem adquirir muito mais conhecimento.

“Eu gostei muito, foi linda a prova. Saber mais do pessoal da imigração, os mais desfavorecidos, como eles estão se adaptando aqui dentro da gastronomia, foi muito bacana. A história deles no inspirou”, argumentou.

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário