O intuito era mostrar diversas técnicas, afirma Renato

Gerente de projetos apostou em um prato com muitos processos para mostrar suas habilidades na cozinha

Renato Mendes apostou todas as suas fichas em um atum da terra, um prato bastante técnico e com diversos processos. A ideia valeu a pena, já que Erick Jacquin, Henrique Fogaça e Paola Carosella aprovaram o cozinheiro e entregaram um avental. No entanto, a decisão foi por um triz.

"Os jurados acharam que tinha muita coisa, mas o intuito do prato era exatamente esse: mostrar diversas técnicas, mostrar que eu tenho conhecimento, que eu tenho talento. Queria mostra que eu vou ser um bom competidor, que eu estou aqui para vencer. Então, o prato foi estratégico nesse ponto. Escolhi as técnicas, os ingredientes e montei esse prato somente para o MasterChef", afirmou ao Portal da Band.

No entanto, o gerente de projetos acredita que será mais "organizado e calculista" durante a competição. "Não vou ficar tentando fazer o excesso. Eu tinha que mostrar o meu máximo nesses 45 minutos para conseguir entrar no programa. Foi um prato estratégico. Poderia ter saído errado? Poderia. Os chefs acharam que a apresentação devia ter sido mais leve, como se fosse uma entrada sofisticada, mas eu achei que se entregasse só uma entrada, a percepção seria outra", disse Renato.

Para melhorar suas técnicas de apresentação, o paulista vai se dedicar aos estudos. "Eu tenho algumas referências e vou estudar um pouco. Tem sempre o que melhorar, não é? Então, eu vou estudar bastante", finalizou.

Cozinheiros duelam entre si para permanecer com o avental:

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário