Tamanho de fonte
Atualizado em sexta-feira, 5 de maio de 2017 - 16h59

Morre no Rio, aos 70 anos, o sambista Almir Guineto

Músico estava em tratamento em hospital da Zona Norte do Rio de Janeiro
Almir Guineto sofria de problemas renais crônicos e diabetes / João Laet/Estadão Conteúdo Almir Guineto sofria de problemas renais crônicos e diabetes João Laet/Estadão Conteúdo

O sambista Almir Guineto morreu, aos 70 anos, na manhã desta sexta-feira, dia 5, no Rio de Janeiro, após complicações de problemas renais crônicos e diabetes.

Um dos fundadores do Fundo de Quintal, ele estava em tratamento no Hospital Clementino Fraga Filho, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, na Zona Norte da capital.

Em seu Instagram, Alcione lamentou a perda. "Gravei tantas coisas bonitas de Almir Guineto que deram força à minha carreira. Sempre foi um compositor com um certo diferencial melódico e querido. O samba está de luto. Descanse em paz, Almir", escreveu a cantora.

Por intermédio das redes sociais, a família do cantor agradeceu pelas orações e o carinho de todos os fãs e admiradores. As informações sobre o velório e o sepultamento ainda não foram divulgadas.

 

 


Ouça um de seus sucessos:


Leia também:
Belchior morreu ouvindo música clássica