As últimas horas de gravação do Exathlon Brasil

Portal da Band acompanhou o último dia de Marcel Stürmer e Pedro Scooby no reality mais difícil da TV

São 6h04 da manhã quando pego o celular. O sol ainda não nasceu, mas as mensagens no grupo de trabalho, que reúne toda a equipe brasileira que trabalha na República Dominicana, já começaram. A produção está organizando a primeira saída do dia ao acampamento, local de gravação onde fica a Cabana e o Quintal dos participantes.

Pela primeira vez, vou a Lanza del Norte. Localizada a uma hora de distância de Las Terrenas, cidade onde estamos hospedados, a praia onde os competidores do Exathlon Brasil não é de fácil acesso. Pontualmente, às 6h30 saímos com o safári em direção ao set de gravação.

Safári que nos levou até o cenário de gravação do Exathlon BrasilSafári que nos levou até o cenário de gravação do Exathlon Brasil - Vinícius de Melo/Band

Safári é o nosso meio de locomoção mais comum. Chamado de "gagua" pelos locais, trata-se de um caminhão com uma traseira adaptada para transporte da equipe. Tem de vários tamanhos – alguns chegam a caber 20 pessoas. Nesse, saímos eu, dois produtores de conteúdo, dois cinegrafistas e dois operadores áudio.

Alguns aproveitam para dormir na parte boa do caminho, quando ainda há asfalto. Outros leem o relatório do dia anterior, para saber o que os participantes fizeram e gravaram. Chegamos a Lanza del Norte às 7h24. O silêncio ecoa no local, enquanto o sol já começa a dar o ar de sua graça. "O nascer do sol é diferente todos os dias aqui", conta o produtor de conteúdo Ernane Siqueira.

O nascer do sol em Lanza del NorteO nascer do sol em Lanza del Norte - Vinícius de Melo/Band

Como os finalistas Marcel Stürmer e Pedro Scooby ainda dormem, sou guiado por ele e por Ruggi Antonucci – o outro produtor de conteúdo do dia – pelas áreas do acampamento. Conheço o Quintal dos Heróis, quase sem modificações, o Quintal dos Guerreiros, a sala de controle das câmeras da Cabana e também a área onde a equipe fica a postos para qualquer eventualidade.

Essa área é comandada pelo dominicano Eufemio Morel, de 54 anos, mais conhecido como Nigro. Qualquer ajuda que a produção brasileira precisa, Nigro está disposto a resolver. "Vou sentir muita saudade dos brasileiros. Foi a equipe mais feliz que eu já trabalhei", confidenciou ele que está há anos trabalhando com a Acun Medya, produtora dona do formato Exathlon Brasil.

Nesta área há comida, refrigerante, suco, água, barracas para dormir (utilizadas principalmente pela equipe noturna, que só vai embora quando a equipe da manhã chega) e um banheiro "natural". No último dia, circulam por lá cerca de 15 pessoas, mas esse número já foi bem maior. "Éramos uns 35 para acompanhar os 20 participantes", disse Beto Nogueira, operador de áudio.

Produtores, cinegrafistas e operadores de áudio acompanham último dia de Marcel e ScoobyProdutores, cinegrafistas e operadores de áudio acompanham último dia de Marcel e Scooby - Vinícius de Melo/Band

São quase 9h da manhã quando Marcel e Scooby acordam. Começamos a acompanhar o seu dia pelas câmeras da sala de controle, o switcher. Horas depois, eles decidem ir à praia para falar sobre o último dia e se despedirem da República Dominicana. O surfista resolve dar um último mergulho no mar. Tudo devidamente acompanhado pelas câmeras, sob a responsabilidade de Guilherme Freitas e Rodrigo Freitas, e pelo operador de áudio Ivan Muniz.

Os produtores de conteúdo gravam depoimentos de Marcel e Scooby separadamente, falando sobre a ansiedade para a última prova do Exathlon Brasil. Eles voltam à Cabana e decidem descansar mais um pouco. Enquanto o almoço da equipe não chega, sou apresentado ao "cantinho do celular". Não há internet em Lanza del Norte, por isso toda a comunicação com a equipe brasileira, argentina e turca é feita via rádio.

Porém, perto de uma árvore – devidamente identificada com um chinelo pendurado – há sinal telefônico. Os produtores me mostram ao local onde você deve deixar o celular por alguns segundos, esperar a operadora conectar e receber as mensagens. Leio algumas, respondo, coloco novamente o celular no cantinho e espero o sinal ser restabelecido para que as respostas sejam entregues. Voltamos ao set de gravação.

Ônibus dos participantes chega e é autorizada a saída para a provaÔnibus dos participantes chega e é autorizada a saída para a prova - Vinícius de Melo/Band

O almoço da equipe chega. Marcel e Scooby continuam descansando, poupando energia para a grande final. Parte da equipe almoça, enquanto parte da equipe continua de olho no que eles estão fazendo. Ouvidos atentos no rádio, até que somos autorizados a levar os participantes para o novo circuito azul, localizado na praia Cosón, por volta das 14h30.

Câmeras a postos, os produtores chamam os finalistas para saírem da Cabana e entrarem no ônibus do Exathlon Brasil. Depois de eles embarcarem, embarcamos em seguida. Seguimos acompanhando a trajetória deles: Scooby mais falante, Marcel mais concentrado. O clima de ansiedade marca o local.

Após quase uma hora de viagem, chegamos à praia onde será gravada a final do reality show mais difícil da televisão. De longe, eles avistam algumas estruturas do novo circuito e começam a especular como será a prova. Desembarcamos e toda a equipe já está a postos para começar a gravar. Que vença o melhor!

Scooby e Marcel no ônibus do Exathlon Brasil pela última vezVinícius de Melo/Band

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário