O amor de "Crepúsculo" sob o olhar asiático

Leitura da graphic novel requer esforço para afastar imagem dos filmes

As versões cinematográficas deram à humana Isabella Swan e ao vampiro deprimido Edward Cullen os rostos de Kristen Stewart e Robert Pattinson.

Portanto, a leitura de “Crepúsculo: Graphic Novel, Volume 2” (Editora Intrínseca, 232 páginas, R$ 29,90), já nas livrarias, requer um certo esforço para afastar da mente a imagem dos atores, indissociável dos personagens. 

Mas este é um desafio agradável, uma vez que o traço da artista coreana Young Kim remete aos filmes, mas são originalíssimos ao combinar as tradições asiáticas e ocidentais. 

Assim como o primeiro volume da graphic novel, o segundo teve a supervisão de Stephenie Meyer, autora dos romances – que já venderam 120 milhões de cópias em 50 países, sendo 5,6 mi no Brasil.

O texto dos quadrinhos, garante a Editora Intrínseca, é selecionado do primeiro livro da série. “Os cenários e os personagens são muito parecidos com que eu imaginei”, disse Meyer. 

“Crepúsculo: Graphic Novel, Volume 2” é, sem dúvida, item de colecionador. Por outro lado, o talento de Young Kim pode atrair o interesse de neófitos na saga vampiresca.

Compartilhar

Deixe seu comentário