Disney vence processo contra empresas chinesas

Condenadas por plágio, companhias terão que pagar 200 mil dólares

Um tribunal de Xangai ordenou que duas empresas chinesas paguem quase 200 mil dólares as empresas Walt Disney e Pixar em indenizações por copiar partes dos filmes “Carros” e “Carros 2”, informou neste sábado, dia 31, a agência de notícias oficial Xinhua.

A decisão é a mais recente de uma série de vitórias de empresas estrangeiras quanto aos direitos autorais na China, em ações que reclamam de infrações disseminadas ao princípio da propriedade intelectual no país.

A Disney e a Pixar processaram empresas chinesas dizendo que os personagens, as falas e pôsteres da animação local The Autobots eram substancialmente similares às encontradas em Carros e Carros 2.

O tribunal concordou que os personagens K1 e K2 de Autobots eram similares aos personagens Relâmpago McQueen e Francesco Bernoulli, informou a Xinhua.

O tribunal ordenou que os plágios cessem imediatamente, e afirmou que a Disney e a Pixar devem receber 1 milhão de iuanes para cobrar perdas econômicas, além de 350 mil iuanes pelas despesas legais.A Disney está investindo muito na China, incluindo a recente abertura de um parque temático em Xangai, ao custo de 5,5 bilhões de dólares.

É o primeiro estabelecimento do tipo na China continental. Além disso, as animações Zootopia – Essa Cidade é o Bicho e Operação Big Hero foram grandes sucessos em terras chinesas.

A Xinhua afirmou que a indenização total será maior do que 1,35 milhão de iuanes, mas não listou quais outros pagamentos foram feitos.

Recentemente, a montadora BMW e o ex-jogador de basquete Michael Jordan também venceram processos relativos à propriedade intelectual na China.

Leia também 

Ícone da Disney, Mickey Mouse faz 88 anos

Confira a prévia do parque do Avatar

Diretores de Moana: Há espaço para princesa LGBT


Compartilhar