Planeta dos Macacos: A Guerra bate Homem-Aranha

Apesar dos números, recente filme dos macacos ficou abaixo do esperado

Planeta dos Macacos: A Guerra é oficialmente o filme campeão das bilheterias norte-americanas e canadenses, em um fim de semana que merece uma análise mais cuidadosa.

O mais recente filme da série dos macacos, produção da Fox e da Chernin Entertainment, ficou abaixo das projeções e arrecadou US$ 56,5 milhões em 4.022 salas de cinema. A expectativa no começo da semana passada é que abocanhasse de 60 a 65 milhões, mas acabou se limitando a repetir o feito de Planeta dos Macacos: A Origem, de 2011, que foi o primeiro filme da trilogia e arrecadou US$ 54,8 milhões no fim de semana de estreia.

Planeta dos Macacos: O Confronto, segundo filme da trilogia, fez mais sucesso, com US$ 72,6 milhões em ingressos no primeiro fim de semana em cartaz, ocasião em que chegou às salas de cinema quase que simultaneamente a Transformers: A Era da Extinção. No entanto, A Guerra se destaca diante dos concorrentes de grande orçamento nas críticas positivas -- o filme tem 94% de aprovação no site Rotten Tomatoes.

O Longa, que conta a história da guerra entre macacos e humanos, é dirigida por Matt Reeves, que entrou na franquia a partir de A Origem.  Muito se foi comentado sobre novidades tecnológicas que permitiram deixar o personagem Caesar, o macaco principal, interpretado por Andy Serkis, ainda mais realista. Woody Harrelson, humano, é o vilão, enquanto Steve Zahn, um chimpanzé, oferece momentos cômicos à história.

"Em primeiro lugar, o filme chegou exatamente onde esperávamos", disse o chefe de distribuição da Fox Chris Aronson, que lembrou que nas próximas semanas não haverá grandes lançamentos cinematográficos, o que pode significar mais tempo do filme dos macacos em cartaz e com boa bilheteria. "Nós vamos aproveitar por mais algum tempo", disse ele.


Homem-Aranha: De Volta ao Lar, por outro lado, entra em sua segunda semana de cartaz com US$ 45,2 milhões arrecadados em bilheteria. É uma queda de 61% em relação ao fim de semana de abertura, muito maior do que a Sony provavelmente projetou.

Dito isso, a arrecadação total do filme nos EUA e Canadá em dois fins de semana (US$ 208,3 milhões ao todo) já é maior do que toda a bilheteria de O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro (2014).

De volta ao lar é sucesso de público e crítica (93% no Rotten Tomatoes e nota A no CinemaScore) e dominou os assuntos em redes sociais durante semanas até a estreia.

Você viu?
Disney cria expectativa com super-heróis, Star Wars e Mary PoppinsFilme estreia em dezembro de 2017

Compartilhar

Deixe seu comentário