Gilberto Gil foi a grande atração no centro de SP

Ao lado de Mariana Aydar, o músico agitou o bloco Forrozin

"São Paulo sempre recebeu a todos os nordestinos. Estou muito feliz que agora venha a acolher, da mesma forma, todos os seus ritmos" - a declaração de amor é de um baiano de 75 anos, que veio morar em São Paulo em 1965, mas cujas músicas moram há décadas na mente dos paulistanos: Gilberto Gil.

O músico foi o convidado por Mariana Aydar, cujo bloco Forrozim animou o centro de São Paulo por mais de quatro horas ininterruptas - 40 minutos ao som do intérprete de Esperando na Janela. "Em todos os meus muitos carnavais baianos, e olha que foram muitos, sempre imaginei um dia cantar assim. Obrigada, São Paulo", afirmou ela.

O "espírito" de Gil ainda moveu mais blocos pela capital. "Andar com fé eu vou, que a fé não costuma falhar", cantava uma multidão que descia a Sena Madureira, na Vila Mariana, zona sul paulistana. O coro perfeito, apesar de não ensaiado, era dos foliões que foram ao primeiro desfile do bloco Filhos de Gil. 

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário