Ciúmes sempre vai ter, analisa Amarildo sobre relacionamento

Corretor de imóveis e Thaynara não conseguiram esconder a timidez durante o encontro

Apesar de toda timidez, Thaynara mostrou de cara que tinha aprovado a escolha de Amarildo. A atendente de 29 anos sorriu quando viu o seu par entrar no restaurante do À Primeira Vista.

Os dois demoraram a entrosar no papo, mas o brilhinho nos olhos deixava claro o encantamento entre eles.

“Eu gostei muito dela, a achei muito linda, queria ter a oportunidade de sair com ela novamente. Gostei da simpatia, da alegria e da vontade de viver dela. Ela é muito sorridente”, derreteu-se o corretor de imóveis.

A admiração foi recíproca. “Nós vamos nos dar uma chance e vamos tentar. Ele ficou um pouquinho tímido, mas acho que eu fiquei mais”, afirmou Thaynara.

Solteiro há quase três anos, Amarildo culpou o ciúmes pelo fim do seu último namoro. “Era muito possessivo, ficava complicado”, afirmou. “Eu não ciumenta”, retrucou aos risos a atendente.

“Um ciuminho a gente sempre vai sentir, mas não precisa virar aquele ciúme doentio. Sempre tem um ciuminho quando gostamos, tem que ter”, completou o corretor.

Compartilhar

Ler a notÍcia completa

Deixe seu comentário